1. Por que usar endereço de email para acesso?
  2. Não recebo mensagens com link de acesso. O que faço?
  3. Não lembro ou não fui informado sobre minha senha de acesso. O que faço?
  4. É possível pagar as taxas por boleto bancário?
  5. Como excluir estudantes da lista de pagamento?
  6. Por que tarefas?
  7. A OBF não exige comprovação de escolaridade?
  8. O que é Grau de Liberação (GL)?
  1. Assim como muitos outros sistemas, também utilizamos endereços de email para identificar os usuários de maneira única. Logo, cada usuário deve ser o titular do endereço de email que utiliza.
  2. O endereço de email deve ser válido. Também não pode bloquear mensagens enviadas por pelo nosso sistema (pandorga@graxaim.org). Em geral, os serviços @hotmail e @outlook bloqueiam e, portanto, não devem ser utilizados no cadastro.

  3. Quando um professor cadastra seus estudantes com emails válidos:
    • Não precisa repassar para seus estudantes a senha inicial de acesso gerada pelo sistema. Basta orientá-los a acessar antecipadamente a página de login do site e selecionar a opção: "Esqueci a senha. Envie-me um link". Os estudantes receberão uma mensagem com link de acesso e poderão definir as próprias senhas.
    • Em dias de prova não é necessário ficar de prontidão para fornecer as senhas a estudantes que eventualmente as esqueceram.

  4. Quando um professor cadastra seus estudantes com emails inválidos ou de serviços que bloqueiam nossas mensagens:
    • O estudante pode acesssar o sistema e fazer as provas normalmente.
    • O estudante deve digitar na página de login o endereço de email exatamente como foi cadastrado (mesmo com erro de digitação).
    • O professor deve repassar as senhas geradas pelo sistema para seus estudantes. Para obter as senhas o professor deve acessar o site, clicar na opção de menu "Meus Estudantes" e selecionar a ação "listar estudantes".
    • Naturalmente, com email inválido, não adianta selecionar a opção "Esqueci a senha. Envie-me um link".

Alguns serviços de email, notadamente o @hotmail e o @outlook, bloqueiam mensagens enviadas por pandorga@graxaim.org (o sistema usado pelo site OBF/2024/App). Possíveis soluções:

  1. Sou estudante e fui cadastrado por minha escola. Pergunte ao coordenador local da OBF (o professor responsável de sua escola por seu cadastramento) a senha inicial automaticamente definida para você. Essa senha pode ser obtida através da opção de menu "Meus Estudantes", que é acessível somente a professores.
  2. Demais casos. Você já recebeu links enviados por pandorga@graxaim.org (do contrário não teria se cadastrado). Provavelmente, você está usando um serviço de email de sua instituição e o setor de TI fez alguma mudança que passou a bloquear nossas mensagens. Entre em contato com eles e peça para reverter a situação.
  1. Caso você tenha um endereço de email válido, acesse a página de login do site e siga as instruções abaixo.
    • Selecione a opção "Esqueci a senha. Envie-me um link"; depois clique em "envia".
    • Aguarde alguns instantes. O site (pandorga@graxaim.org) enviará uma mensagem para seu email contendo um link de acesso.
    • Com um aplicativo de emails, acesse a mensagem enviada.
    • Clique no link enviado.
    • Ao clicar no link, você será direcionado a uma página do site em que pode escolher uma nova senha.
    • Se não recebeu a mensagem contendo o link, verifique se ela não foi redirecionada para a caixa de span.
    • Este procedimento depende da sua capacidade de receber mensagens enviadas por pandorga@graxaim.org. O hotmail e outlook, em geral bloqueiam nossas mensagens e não há nada que possa ser feito. Caso tenha acesso ao setor de TI de seu serviço de emails, solicite a liberação das mensagens enviadas por pandorga@graxaim.org.

  2. Se você é um estudante que foi inscrito institucionalmente com um email válido de um servidor que recebe mensagens de pandorga@graxaim.org, então você pode realizar o procedimento acima.

  3. Se você é um estudante que foi inscrito institucionalmente com um email inválido ou de um servidor que bloqueia mensagens de pandorga@graxaim.org então você deve perguntar para seu professor a sua senha. Essa informação está disponível através da opção de menu "Meus Estudantes" que é visível apenas para professores.

Infelizmente não. As únicas formas de pagamento são PIX (preferencialmente) ou depósito bancário.

O custo de um boleto bancário é quase igual ao valor da taxa da 1ª fase, logo o boleto bancário inviabiliza a inscrição individual. Também há custos operacionais de verificação de pagamento, de atualização nos bancos de dados, etc. A forma de pagamento que adotamos é a de menor custo e uma das razões pelas quais nossas taxas são tão baixas.

Todos os estudantes classificados para a 2ª fase (ou 3ª fase) são automaticamente acrescentados na lista de pagamento da taxa de prova.

Para excluir um estudante da lista de pagamento siga o seguinte procedimento:

  1. Acesse a área restrita.
  2. Clique na opção de menu "Meus Estudantes".
  3. Selecione a ação "classificados para a 2ª fase" (ou 3ª fase se for o caso).
  4. Na última coluna da tabela mostrada há um ícone com uma seta de ida e volta para cada estudante.
  5. Ao pressionar o ícone abre-se um diálogo para excluir o estudante da lista de pagamento. Clique em "sim" para efetivar a exclusão.
  6. Repita este procedimento para todos os estudantes que deseja excluir da lista de pagamentos.
  7. Para incluir um estudante que foi excluído anteriormente, repita o procedimento.
  8. A etiqueta vermelha não pagar taxa da 2ª/3ª fase na listagem de classificados mostra os estudantes que foram excluídos da lista de pagamento através do procedimento descrito acima.

Todos os estudantes classificados e que não estão marcados com a etiqueta não pagar taxa da 2ª/3ª fase estão na sua lista de pagamento. Essa lista é usada pelo sistema para calcular o valor da taxa de prova e para habilitar os estudantes para a prova.

Lembramos que:

O site OBF/2024 App está em um sistema, denominado Pandorga, que foi originalmente desenhado para publicação, aplicação e avaliação de tarefas escolares.

Na (interface) Pandorga tudo o que o usuário efetivamente faz é chamado tarefa. Fazer o pagamento de uma taxa é uma tarefa, fazer uma prova é uma tarefa, etc. Por isso, ao pressionar o menu tarefa é apresentado ao usuário uma lista de tarefas. Algumas podem já ter sido completadas, outras ainda não foram abertas, etc.

Na (tradicional) modalidade de inscrição institucional, a escola inscreve os estudantes e é a responsável pela veracidade das informações prestadas.

Na (nova) modalidade de inscrição individual, o estudante ao se inscrever, declara que está matriculado em uma determinada série/ano escolar. Essa declaração é suficiente para fazer a prova da 1ª fase. Entretanto, conforme o regulamento, nos reservamos o direito de pedir documentação comprobatória a qualquer momento. Por exemplo, antes de emitir um certificado de premiação.

O site adota um sistema de bloqueio de acesso para a realização de determinadas tarefas. Por exemplo, para fazer a Prova da 1ª Fase o estudante deve possuir um GL ≥ 1 para fazê-la.

Assim que um usuário se cadastra seu GL é nulo (GL = 0). No caso de um estudante, o valor de seu GL aumenta à medida que as taxas de provas são pagas e seu desempenho nas provas alcança ou ultrapassa as notas de corte.

Na lista acima, o termo habilitado(a) indica que pagamento de uma taxa de prova foi feito. O termo classificado(a) indica que o(a) estudante teve um desempenho superior à nota/pontuação de corte na etapa anterior.

Quando um estudante é inscrito por uma escola o valor de GL pode ser par e negativo. Isso indica que a escola optou por não pagar a taxa de habilitação dele para a etapa seguinte. Isso não impede o estudante de pagar a própria taxa.